domingo, 13 de junho de 2010

Querido Diário

1- Hoje está meio frio. Vou ver meus e-mails e tomar café de verdade. Espero que o prédio não caia sem motivos justos; 2- Não aguento mais este barulho que não sei de onde vem. Acho que depois que terminar a lição-de-casa vou ligar para o consultório e marcar uma consulta neurológica, se não for muito caro. Se bem que, ao fazer isso, tomo como pressuposto que este barulho está na minha cabeça, e não na realidade; 3- Minha cabeça está fora da realidade? Não. Vou dar uma volta na cidade; 5- Não sei porque, mas sempre que ando pela cidade faço o mesmo caminho. Acho que o jeito como as ruas são feitas serve pra limitar minha liberdade de circular pelo espaço, e isso serve para limitar a capacidade da minha mente. É assim que eles evitam a revolução... Se eu pudesse andar por cima das casas, e fazer o caminho que eu quisesse, tudo seria diferente. Bem, no entanto, eu poderia fazer o caminho que eu quisesse, e ainda assim, continuar chegando sempre ao mesmo lugar, o que seria decepcionante - caso eu tivesse consciência disso, porque é possível ir todos os dias ao mesmo lugar e achar que não tem nada de mais. Ou achar que as coisas são assim mesmo.

Um comentário:

  1. Espaço físico limita a mente.... Preciso refletir sobre isso.

    ResponderExcluir